Strict Standards: Non-static method Protector::getInstance() should not be called statically in /home/niveamel/xtrustpath_nimel/modules/protector/include/precheck_functions.php on line 12

Strict Standards: Non-static method Protector::get_bad_ips() should not be called statically in /home/niveamel/xtrustpath_nimel/modules/protector/include/precheck_functions.php on line 16

Strict Standards: Non-static method Protector::ip_match() should not be called statically in /home/niveamel/xtrustpath_nimel/modules/protector/include/precheck_functions.php on line 17

Strict Standards: Non-static method XoopsLogger::instance() should not be called statically in /home/niveamel/public_html/include/common.php on line 109

Strict Standards: Non-static method XoopsLogger::instance() should not be called statically in /home/niveamel/public_html/class/logger.php on line 228

Strict Standards: Non-static method XoopsLogger::instance() should not be called statically in /home/niveamel/public_html/class/logger.php on line 228

Strict Standards: Non-static method XoopsLogger::instance() should not be called statically in /home/niveamel/public_html/class/logger.php on line 228

Strict Standards: Non-static method XoopsLogger::instance() should not be called statically in /home/niveamel/public_html/class/logger.php on line 228

Strict Standards: Non-static method XoopsLogger::instance() should not be called statically in /home/niveamel/public_html/class/logger.php on line 228

Strict Standards: Non-static method XoopsLogger::instance() should not be called statically in /home/niveamel/public_html/class/logger.php on line 228

Strict Standards: Non-static method XoopsLogger::instance() should not be called statically in /home/niveamel/public_html/class/logger.php on line 228

Strict Standards: Non-static method XoopsLogger::instance() should not be called statically in /home/niveamel/public_html/class/logger.php on line 228

Strict Standards: Non-static method XoopsLogger::instance() should not be called statically in /home/niveamel/public_html/class/logger.php on line 228

Strict Standards: Non-static method XoopsLogger::instance() should not be called statically in /home/niveamel/public_html/class/logger.php on line 228
Nivea Melo - Terapia Cognitivo-Comportamental - Sobre a Terapia >
Categoria : Sobre a Terapia
Publicado por Niveamelo em 07/1/2009
Por Nivea Melo - www.niveamelo.com.br


Segundo o modelo cognitivo proposto pela Terapia Cognitiva, um tipo de Terapia Cognitivo - Comportamental (TCC), ao longo da vida temos pensamentos tão rápidos que muitas vezes nem percebemos, os chamados "pensamentos automáticos". Estes pensamentos por sua vez influenciam nossos sentimentos, a maneira pela qual nos comportamos e até a biologia do nosso corpo.
Por exemplo, o que você pensou ao entrar neste site? O que estava sentindo? E agora, ao ler estas perguntas, o que está pensando e sentindo?


Geralmente não nos damos conta destes pensamentos automáticos, rápidos, e estes algumas vezes podem não corresponder exatamente à realidade e gerar sentimentos e comportamentos desagradáveis desnecessários.


Vamos imaginar uma situação que poderia acontecer com qualquer um de nós:


Num prédio grande todos os 4 elevadores param, pifam entre andares, e há apenas uma pessoa dentro de cada um.

Elevador 1 - Maria:

Pensamentos: "Essa não! Parou! Vou ficar sem ar! Ninguém vai me escutar! Vou morrer!"
Sentimentos ao pensar estas coisas: medo, desespero, angústia.
Comportamentos ao pensar e sentir isso tudo: gritar, chorar tentar chamar o porteiro, bater na porta do elevador.
O que sentiu em seu corpo: suor, taquicardia, tontura, falta de ar.

Elevador 2 - Bruno:

Pensamentos: "Que porcaria! Este elevador tinha que parar justo agora! Vou ficar mofando aqui quanto tempo? Gente incompetente! Cadê a manutenção? Por que o idiota do porteiro não avisou que estava com problemas? Raios!"
Sentimentos ao pensar estas coisas: raiva, frustração, angústia, nervoso.
Comportamentos ao pensar e sentir isso tudo: xingar, gritar, apertar os botões freneticamente, bater e chutar as paredes e a porta do elevador.
O que sentiu em seu corpo: tensão, suor, taquicardia, rosto vermelho.

Elevador 3 - Pedro:

Pensamentos: "Essa não! Puxa vida, estas coisas só acontecem comigo... Sou um azarado mesmo... Na certa nem vão saber que eu estou aqui e vou ficar um tempão esperando... Ninguém vai se preocupar comigo... Que vida miserável... Eu não presto. "
Sentimentos ao pensar estas coisas: angústia, tristeza, cansaço.
Comportamentos ao pensar e sentir isso tudo: apertar o botão para chamar o porteiro, encostar na parede e suspirar.
O que sentiu em seu corpo: aperto no peito, lágrimas.


Elevador 4 - Lúcia:

Pensamentos: "Ih, que chato... O elevador parou, vou esperar o porteiro consertar e abrir a porta".
Sentimentos ao pensar estas coisas: frustração, esperança, calma, resignação.
Comportamentos ao pensar e sentir isso tudo: Apertar o botão para chamar o porteiro. Esperar. Procurar uma revista da bolsa para passar o tempo. Aproveitar para ler e organizar a agenda.
O que sentiu em seu corpo: não teve alterações fisiológicas, ficou bem.

A TCC considera que sejam 5 os fatores que atuam em nós:


pensamentos - sentimentos - comportamentos - ambiente - fisiologia


Estes 5 fatores interagem e influenciam uns aos outros.


Afinal, quem nunca passou ou percebeu uma TPM, onde o humor, comportamento e até os pensamentos da mulher são fortemente influenciados pelo desconforto biológico causado pelos hormônios (ou falta deles). É difícil ter pensamentos bonitos e sentimentos felizes cheia de cólica... Idem ao tentar dormir perto do barulho de uma britadeira em funcionamento...


Agora, mudanças no pensamentos (cognições/interpretações) podem ajudar a resolver/amenizar muita coisa, inclusive desconfortos ambientais e fisiológicos. Um exemplo disso é o tratamento cognitivo-comportamental para dor crônica que pode produzir alívio significativo para pessoas que passam por isso.


A TCC utiliza diversas técnicas, inclusive as técnicas da terapia comportamental, porém tem como foco primário os pensamentos ou interpretações que fazemos do que acontece conosco, com as pessoas e o mundo a nossa volta.


Afinal, como já dizia Epitecto: Incomodam aos homens não as coisas em si, mas a opinião que têm delas.


Ao mudar nossos pensamentos e atitudes perante a nós mesmos e à vida, podemos também melhorar nossa qualidade de vida e bem estar.


~*~

Para referenciar:

Melo, Nívea M.M. (2009). O que é Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC). Nívea Melo - Terapia Cognitivo-Comportamental - Homepage. Revisado em: 04/04/2009. Acessado em: datadoacesso . Disponível em: http://www.niveamelo.com.br/